Category Archives: Produtividade

Posts relacionados à produtividade. Dicas de tarefas, truques, workflow, etc.

Evernote

 Evernote se tornou um dos meus serviços preferidos, pelo qual não me importo em desembolsar algum dinheiro para ter algumas ragalias. Calma! Existe também uma versão grátis, que se enquadra melhor para aqueles que utilizarão basicamente texto, e não precisarão acessar sua conta em vários dispositivos.

Mas o que é o Evernote, afinal?
Como pode se ver na Wikipédia, “Evernote é um software destinado a organização da informação pessoal mediante um arquivo de notas.”
Nele você pode editar texto, acrescentar imagens etc. Mas não é só isto. Quando você usar o Evernote, seus arquivos ficam salvos na núvem. O que significa que se o seu computador/celular/tablet for roubado, ou cair em um lago, seu trabalho não será perdido. Basta acessar sua conta de outro dispositivo e seus dados estarão lá.

Se você precisa de planilhas, etc. Talvez não seja a sua escolha ideal. Mas para notas, ele é excelente.

A capacidade de armazenamento não é definida por um número de GB no seu HD virtual. Há um número determinado do quanto você pode fazer de upload por mês. Para a conta gratuita, são 60MB. Você pode fazer até este 60MB de upload em um mês. Não importa quanto espaço seja ocupado pela sua conta, contanto que os arquivos carregados seram iguais ou inferiores à estes 60MB.
Como disse, é ótimo para textos e para algumas imagens.
Já se você, como eu, for um usuário mais pesado de imagens (mostrarei adiante o “esquema” em que trabalho com o Evernote + iPad + teclado wireless).

Seguem os planos e suas limitações:

Quando estou na faculdade, levo comigo meu iPad, o reclado wireless da Apple, e o app do Evernote instalado em meu dispositivo.
Conecto meu iPad ao teclado, e vou digitando. Quando o(a) professor(a) faz um desenho, ou mostra um slide no datashow, qualquer coisa que eu não possa ou não queira escrever, clico no botão da câmera dentro do app do Evernote, e tiro uma foto. A imagem vai direto para a nota que estou construindo. E como estou conectado à rede da faculdade, tudo é sincronizado com a núvem.
Chegando em casa, para estudar o conteúdo dado no dia, simplesmente abro o app do Evernote no computador.
Posso compartilhar minha nota. Posso colocá-la dentro de uma bloco (tenho um caderno para a faculdade, e dentro vários blocos para as diferentes matérias).

Evernote também me ajudou quando meu irmão precisou scanear uns documentos. Poderíamos ter usado o scanner da impressora, mas usar o reconhecimento de documentos do Evernote foi tão mais fácil. Não tivemos que tirar as bordas, transferir os arquivos, nada! Apenas usamos a câmera do meu iPad para transformar o papel em um arquivo digital. E mais! Com o software de reconhecimento de caracteres, os documentos não viram apenas uma imagem, eles são convertidos em caracteres digitais.

E você, já usou o Evernote?

Podcast

Este post é meio que uma continuação do post sobre RSS, já que o sistema é parecido.
Ao invés de serem postagens, de blogs ou notícias, podcasts são episódios de áudio.
Assim como para os feeds de notícias existirem agregadores (como o Feedly), para os podcasts existem apps para reunir o conteúdo. Nestes apps você pode baixar os episódios no seu celular, e ouvir quando estiver sem internet, etc.
É um sistema interessante. E de graça!
Diferente dos audiobooks, que em sua maioria são pagos.

Nos dispositivos da app, com o iOS, existe um aplicativo nativo para ouvir podcasts (claro, se quiser podem ser baixados muitos outros pela Apple Store). No Android é preciso baixar um. Eu uso o Podcast Addict (em sua versão gratuita, com um pequeno banner de propaganda).

Segue uma lista de podcasts que vale a pena dar uma conferida:

  • Global News Podcast (da BBC, em Inglês)
  • Tecnocast (podcast do Tecnoblog)
  • MacMagazine (se você for Macfag)
  • Science Magazine Podcast (em Inglês)
  • Programa do Felipe Hamachi (se você for de direita)
  • Péssima Ideia (não existe mais, mas merece um lugar de honra)

RSS

Nunca ouviu falar em RSS?
Recebe todas as atualizações rolando a barra do Facebook?
Bem, se você acompanhar de 2 à 4 sites e é só, tudo bem. Mas se já passam das dezenas  as páginas que você acompanha, e muitos deles são de conteúdo que se encontram em páginas fora do Facebook, saiba que pode haver um certo problema.

O Facebook é muito legalzinho. Renúne os seus contatos e várias páginas interessantes, tudo isto numa plataforma só. Permite você compartilhar suas fotos (com alguma compressão) e vídeos gratuitamente (bem, como não existe almoço grátis, tem lá seu preço). Eu poderia escrever uma postagem inteira só falando dos prós e contras (e dos prós que na verdade são contras), mas este não é o objetivo aqui. No entanto, há um contra que precisa ser tratado: o algorítmo do Facebook.
Diferente do Twitter, as postagens não simplesmente obedecem à ordem de “chegada” ao site. O algorítmo do Facebook acaba escolhendo o que exibir para você.
Fora a enorme perda de tempo que você tem ao sem querer passar os olhos no resto do site e acabar ficando mais meia horinha fazendo nada de produtivo.
Que você fique mais tempo preso no site, é tudo que eles querem.

Hoje em dia (na verdade, já faz um tempinho) existem meios de obter seu conteúdo sem precisar de intermediadores, direto da fonte. Conheça o RSS!

O RSS nada mais é que um arquivo XML com o conteúdo do site.
Calma, você não precisa saber o que é XML!
Basicamente é uma lista onde aparece apenas o conteúdo, sem formatação.
Você pega esta lista, coloca em um programa ou site que a armazene e junte com outras listas do tipo, e pronto! Você estará pronto(a) para navegar nas atualizações do conteúdo que escolher.

Mas por que eu deveria fazer isto, não é muito mais fácil apenas entrar nos sites em questão?
Sim e não. Se forem uns 3 sites, é humanamente viável acompanhá-los manualmente. Mas imagine se forem 50 sites. Como você saberia se todos tiveram atualizações? Depender do Facebook? E se as páginas no Facebook só postarem conteúdos selecionados, vai deixar o resto passar?

Aceita minha dica?
Muito bem!
Então entre no site do Feedly, que é um agregador online de feeds RSS (fontes), faça sua conta (ou use o login do Facebook ou Google Plus).
Nele não é nem preciso ir atrás do link do RSS, apenas colocar o endereço da página e começar a usar.
Acompanhe quantos sites quiser!

 

Existe também um app do Feedly, para você acompanhar seu feeds do celular ou iPad.