Otimização da capacidade mental

Me pergunto: aquilo que é retratado por personagens fictícios, como Patrick Jane, da série The Mentalist, poderia ser atingido através de treino? Seria possível alguém reunir tantos talentos mentais, uma vez que ele é um personagem ficcional, e ainda, seria possível para uma pessoa “normal” fazê-lo através de treino?
É o que irei descobrir no desenrolar desta série de postagens que iniciarei hoje. Lanço aqui um desafio à mim mesmo, uma vez que estou fazendo isto publicamente, um fracasso também seria público.
Com este processo pretendo evoluir, ainda que não consiga chegar no patamar imaginário que estabeleço, algumas habilidades irei pegar pelo caminho.

  • Aprender a me programar melhor. Gerenciar o meu tempo, colher e utilizar dados estatísticos que me ajudem a ter uma visão ampla do meu quadro
  • Me alimentar, dormir melhor, pegar Sol, fazer exercícios, enfim, cuidar da minha saúde. O que é, obviamente, intimamente ligado com a capacidade intelectural. Mente sã em corpo são.
  • Me controlar emocionalmente

Dentre outros, que registrarei pelo caminho.

Ah, sim, a imagem que ilustra esta postagem de abertura é de um livro que li por indicação da Superinteressante. Conta a história de um jornalista que resolvou escrever uma matéria sobre o pessoal que faz campeonatos de memória. Acabou se envolvendo, escrevendo um livro, e ganhando o campeonato americano de memória. Não, o livro não é um manual de como estudar para melhorar sua memória, mas é repleto de demonstrações, e no final há uma lista de referênicas. Pretendo relê-lo, e depois dar uma olhada com mais carinho nas referências. Acho que é um bom jeito de começar este projeto.