Monthly Archives: November 2019

Winds of change

Como alguns já sabem…

Estou com um tumor, na base da coluna.

Minha vida está de ponta cabeça.
Voltei de São Paulo para Niterói, terminei com minha ex-namorada, e senti mais dores do que acreditava ser humanamente possível se sentir.
Numa escala de 0 à 10, onde zero é dor nenhuma e dez é significa desistir de viver, cheguei à 9. E permaneci em 9 por mais tempo que gostaria de lembrar.
Muitas pessoas temem a morte. Isto porque não sabem o que é dor de verdade. A morte é um consolo.
Sabe aquela dor de dar uma puta topada com o dedinho na quina do móvel? Pois é, eu gosto deste tipo de dor. Porque é o tipo de dor que dói para caramba, mas você sabe que aguentando ela vai passar.
A dor que senti, vem forte, e permanece forte. A noite inteira. E o dia seguinte também.

O tumor é benígno, e operável. Mas tem seu lado malígno, que é comprimir os nervos.

Continue reading